Wagner-BA, sábado, 22 de setembro de 2018
Início / Educação / Grupos Teatrais de Wagner participam da II Caravana de Teatro Itinerante de Morro do Chapéu

Grupos Teatrais de Wagner participam da II Caravana de Teatro Itinerante de Morro do Chapéu

Nos dias 16, 17 e 18 de março aconteceu a II Caravana de Teatro Itinerante de Morro do Chapéu com mais de 20 grupos teatrais de diversas cidades da Bahia e mais uma vez a cidade de Wagner teve presente com três companhias.

A Cia Estátuas Ambulantes apresentou uma peça de Teatro do Oprimidoem homenagem ao teatrólogo brasileiro Augusto Boal fundador do Teatro do Oprimido, que alia o teatro à ação social como um instrumento de emancipação política. Dia 16 de março é considerado o dia internacional do Teatro do Oprimido e a peça apresentada pela Cia Estátuas Ambulantes no sábado (17) à noite discutiu temas relacionados à violência contra a mulher e a necessidade de respeito mútuo.

Já a Cia Aquarela de Fantoches apresentou o teatro infantil a partir de histórias e encenações com crianças, levando o lúdico e promovendo a arte-educação para a infância. A Cia Aquarela apresentou duas peças infantis e foi o único grupo que apresentou uma peça de teatro de rua no cortejo do evento, recebendo pela equipe organizadora uma premiação por tal feito como a melhor peça de rua.

A Cia Guerreiros da Arte, formada por adolescentes da Escola Che Guevara do Assentamento São Sebastião de Utinga, apresentou uma Dança Cênica e músicas de motivação.

A caravana foi um ambiente de muitas trocas de experiências e aprendizado. No dia 16 à noite houve a abertura com apresentações de grupos locais e o lançamento do livro “A Partitura do Ator” do mestre Naldão. No sábado houve pela manhã um cortejo cênico pelas ruas da cidade, seguido de oficinas teatrais à tarde e à noite foi a vez dos grupos trazerem seus espetáculos. A programação seguiu até o domingo com matinê e peças infantis.

“O Teatro do Oprimido é o teatro no sentido mais arcaico do termo. Todos os seres humanos são atores – porque atuam – e espectadores – porque observam. Somos todos ‘espectadores’.” Augusto Boal

Por Raumi Souza

Asscom Wagner

confira mais fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
TRADUZIR O SITE