Wagner-BA, sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Início / A cidade

A cidade

A cidade

Wagner é um município brasileiro do estado da Bahia. Localiza-se a uma latitude 12º17’13” sul e a uma longitude 41º10’06” oeste distando 390 km da capital Salvador a uma altitude de 460 metros na Chapada Diamantina. Sua população estimada em 2004 era de 9 562 habitantes. Possui uma área de 417,595 km² e é circunvizinhada pelos municípios: Ruy Barbosa, Lajedinho, Lençóis, Utinga e Bonito. O acesso principal se dá pela BR-242, seguindo depois ao norte pela a BA-142.

História

O município de Wagner surgiu às margens do rio Utinga devido à criação de um colégio – O Instituto Ponte Nova (I.P.N.), em 1906 por missionários presbiterianos oriundos dos Estados Unidos que formaram a Missão Central do Brasil, destacando-se o médico norte americano Walter Welcome Wood. Antes de se chamar Wagner, a localidade teve outras denominações – Ponte Nova e Itacira.

Já existia, contudo, um grande povoado às margens do Rio de Cachoeirinha, de nome Cachoeirinha, em cujas imediações foi fundado o Instituto Ponte Nova, após a compra de terrenos por missionários americanos presbiterianos. Na época, somente três outras localidades baianas – Salvador, Ilheus e Caetité – dispunham de estabelecimentos de ensino médio. Decorre daí a importância histórica desse colégio, que provocou a vinda para aquela região de famílias inteiras em busca de escolaridade.

Conforme relata Belamy Macêdo de Almeida, em seu livro Ponte-Nova: Construindo o futuro olhando no retrovisor, o nome “Wagner”, dado ao município, deve-se a um alemão chamado Franz Wagner, que em 1890, durante uma grande seca, prestara auxílio à população local.

Em 1915, foi promulgada a Lei Estadual nº 1.116, de 21 de agosto daquele ano, que criava a Vila e Município de Wagner, desmembrado do município de Morro do Chapéu.

O Instituto Ponte Nova foi referência de educação por muitos anos no interior baiano até princípios da década de 1970, quando a missão americana se retirou do local. Assim, Wagner teve entre seus moradores mais ilustres, professores do mais alto nível, destacando-se Dalila Costa, Adalgisa Martins de Oliveira, Belamy Macedo de Almeida, Raymundo Passos dos Santos e Alexandrina Passos Santos (professora do Uniceub).

Prefeitos

José Benício de Matos
Jonas Dias de Araújo
José Benício de Matos
Raymundo Passos dos Santos
José Benício de Matos
Jairo Hayne Bastos
Evangivaldo Evangelista Matos 1983-1988 Eleito pelo povo
Elicivaldo Nobre da Silva 1989-1992 Eleito pelo povo
Lucas Graham de Araújo 1993-1996 Eleito pelo povo
Iris Alencar Fernandes da Silva 1997-2000 Eleita pelo povo
Evangivaldo Evangelista Matos 2001-2004 Eleito pelo povo
Elter Silva Bastos 2005-2008 Eleito pelo povo
Elter Silva Bastos 2009-2012 Eleito pelo povo
Natã Garcia Hora 2013-2016 Eleito pelo povo
Elter Silva Bastos 2017- Eleito pelo povo